Mostrando postagens com marcador abacate. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador abacate. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Guacamole, a delícia mexicana!


.  Ah o guacamole! Para quem não conhece, guacamole é um prato mexicano, é como um patê e normalmente servido com nachos. A aparência não é tão boa, mas o gosto é sensacional (para os adoradores de abacate e pimenta)

Além de gostoso é um prato nutritivo e ótimo para a saúde. O abacate ajuda a diminuir o colesterol ruim (aquele que destrói as artérias) e a pimenta dedo de moça é rica em vitaminas, antiinflamatória e anticancerígena.


Ingredientes:
  • 1 abacate maduro (se conseguir encontra o Avocado é melhor)
  • 1 tomate italiano picado em cubos pequenos
  • 1/2 cebola picada finamente
  • salsinha a gosto picada finamente
  • sal a gosto
  • pimenta dedo de moça a gosto picada finamente
  • azeite a gosto
  • suco de 1 limão
Modo de preparo:
A primeira coisa que você vai fazer nesta receita é deixar todos os ingredientes picados e separados, menos o abacate.
Depois disso feito, você pica metade do abacate em cubos bem pequenos e aí amassa de leve com as mãos ou com o garfo, vai ficar quase que uma pasta. Feito isso, você pica a outra metade do abacate em cubos irregulares e reserva.
Misture todos os ingredientes previamente picados à 'pasta' de abacate, inclusive o suco de limão (atenção: aproveite este momento para provar e ajustar sal e pimenta). Por fim, adicione o abacate cortado em cubos irregulares e decore com salsinha. Pronto, agora é só servir com os nachos.

obs: o prato original é servido com nachos, mas como aqui no Brasil é muito difícil encontrar os verdadeiros nachos (e quando encontramos é realmente caro), você pode servir com Doritos, que é bem mais barato e você encontra em qualquer lugar.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Abacate: Arma para reduzir o colesterol



Por em 11.10.2008 as 0:22

Um estudo brasileiro descobriu que um abacate por dia tem um papel importante para reduzir o colesterol.
As pessoas costumam ter uma imagem negativa do abacate: “O abacate é muito gorduroso, vai piorar seu colesterol”, dizem uns, “Abacate engorda“, falam outros.
O abacate é calórico sim, tem um alto valor energético, pois cada 100g da fruta tem 160 calorias.
Mesmo assim é um alimento que não deve faltar na alimentação dos atletas, pois contém altos teores de polifenóis, potássio e outros nutrientes valiosos. Sem falar que um estudo recente descobriu que o abacate reduz o colesterol total.
Um reportagem do Globo Repórter mostrou o estudo brasileiro realizado sobre o abacate que teve policiais militares como voluntários.
Amostras de sangue dos participantes foram colhidas antes e depois do período do estudo. Durante a pesquisa os soldados tinham que comer abacate todo dia. Um abacate pequeno: metade pela manhã e outra no almoço.
O estudo concluiu que o abacate ajuda muito no controle do colesterol, pois 99% dos policiais que participaram do estudo tiveram melhora no HDL (o ‘colesterol bom’), que combate o LDL ‘colesterol ruim’. O efeito final foi de baixar o colesterol total.
Segundo o médico nutrólogo que conduziu o estudo duas colheres de sopa de abacate por dia são a medida ideal para que você tenha benefícios reduzindo os riscos de desenvolver doença cardíaca, pois ele é tão bom para o organismo quanto o azeite de oliva extra virgem é no controle do colesterol.
http://hypescience.com

sexta-feira, 31 de julho de 2015

Abacate na rede, no centro de Porto Alegre


Bom dia! Observem que solução brilhante este restaurante, o Bistrô Variettá , localizado na avenida 24 de Outubro em Porto Alegre, encontrou para aproveitar a sombra do abacateiro e preservar os clientes de levarem um abacate na cabeça.
A colocação de uma rede plástica conseguiu resolver as duas questões.PARABENS!

Infelizmente em outros locais, bem conhecidos, as pessoas preferem  acabar com os abacateiros, pois os frutos acabam caindo e amassando os maravilhosos automóveis. Quando precisam de sombra para protegerem suas máquinas do sol torrante, correm para a sombra destas magníficas árvores.

Uma poda orientada por um engenheiro agrônomo, fazendo a árvore ficar com um porte mais baixo, que facilite a colheita dos frutos, também seria uma solução.

Mas quanto custaria a solução da rede de proteção?
Em uma área de 25 m² a colocação de redes de proteção( R$ 19,00 m²) teria um custo de R$ 500,00 aproximadamente em material. Certamente um custo inferior a contratação de profissional (Biólogo, Engenheiro Agrônomo ou Florestal)  para corte da árvore, após autorização do orgão ambiental.
Se contabilizarmos os abacates, 100 kg por ano, a cada ano teríamos R$ 200,00, caso decidir vender os frutos.
um abraço
alexandre

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Colheita de bananas e abacates

Neste feriado colhemos uma carambola, 4 cachos de banana e 47 abacates. Para colhemos os abacates tive que executar uma poda de rebaixamento no abacateiro que tinha mais de 16 metros de altura e a escada não chegava nem perto dos frutos.
Plantei mais algumas mudas de abacate, uva do japão e uma muda de moringa.Colhemos muitas mudas de amendoim forrageiro (excelente adubo verde) para plantio em outros sítios.

A jabuticabeira plantada pelo cunhado a mais de 8 anos, está com uma brotação vistosa, após a adubação com humus e promete frutificar na primavera. Vamos esperar e conferir.






sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Comer um abacate por dia pode controlar o colesterol "ruim"

Pesquisa testou três grupos de pacientes com dietas diferentes


Comer um abacate por dia pode controlar o colesterol "ruim" freeimages/divulgação
Foto: freeimages / divulgação
Pesquisadores da Pennsylvania State University descobriram que comer um abacate por dia traz benefícios para o controle do colesterol "ruim" (LDL).
O estudo analisou 45 pacientes saudáveis, com excesso de peso ou obesos, com idades entre 21 e 70 anos. Todos os participantes tinham níveis de colesterol e pressão arterial saudáveis no início da pesquisa, mas os cientistas se ativeram nos níveis do colesterol LDL.
Na primeira etapa, todos tiveram, durante duas semanas, uma dieta com 34% de calorias vindas de gorduras, 51% de carboidratos e 16% de proteínas. Depois, por cinco semanas, os pacientes foram divididos em três grupos.
O primeiro grupo teve uma dieta com gordura e sem abacate. O segundo, com gordura moderada e também sem abacate. Já o terceiro, com gordura moderada e um abacate por dia.
Segundo o estudo, o grupo que comeu um abacate por dia teve uma redução de 13,5 mg/dL no colesterol LDL, enquanto que o grupo que não ingeriu a fruta, mas manteve uma dieta de gordura moderada, diminui 8,3 mg/dL o nível.
fonte: zero hora