terça-feira, 4 de abril de 2017

Taioba ou Inhame?? Sabes identificar? verduras quase esquecidas.

Taioba, uma verdura quase esquecida.

Por: Joop Stoltenborg



A Taioba é uma planta que produz folhas comestíveis gostosas, rica em nutrientes e muito fácil de ser produzida, especialmente no verão.A planta era muito consumida em Minas e as pessoas falam com saudade das suas qualidades e as receitas que as mães faziam.
Seu sabor é parecido com o espinafre, sendo mais suave. Pode ser preparado refogado como a couve com alho e/ou cebola e existem várias receitas de bolinhos, recheios para pizzas, enriquece sopas e feijão e serve como ingrediente para uma vitamina verde. Suas folhas são muito ricas em vitaminas A, B, C, e os minerais cálcio, fósforo, ferro a tal ponto que evita e cura a anemia. Possui apenas 24 calorias por 100 gramas.
Nós temos a planta aqui no Sítio desde 1.984, mas ela nunca recebeu muita atenção pois não reconhecíamos a planta. Suas folhas se parecem muito com as folhas de inhame, que não são comestíveis. Do inhame só se consome a batata que tem muitas qualidades. (Veja o livro de receitas "O Universo na Panela")
A diferença está na posição do talo na folha como podemos ver no desenho. Na Taioba o corte na folha vai até o talo.



No artigo do nosso site tem fotos que mostram com clareza a diferença entre os dois.
Descobrimos que a planta cresce melhor na sombra e em lugares úmidos. Quem quiser plantá-la na sua horta ou quintal, se não tiver sombra, pode colocar no verão sombrite (tipo 50%) sobre as plantas. Colocar o sombrite de tal forma que fique na sombra entre 10:00 a 15:00 horas (Veja foto no site). Coloque uma camada grossa de folhas, grama ou palha em sua volta para manter a terra úmida. Quando não chove é preciso colocar água. Se a folha fica pequena ou amarelada, falta água e/ou tem excesso de sol.
Uma folha normal tem no mínimo o tamanho de uma folha A4 ou mais. A planta tem ácido oxálico como o espinafre e pode ser vista como fonte nutritiva de baixo custo podendo ser reincorporado a dieta da população.

Interessante que o movimento ‘’Slow food Brasil’’ descobriu a Taioba e está preocupado com a extinção da planta nos quintais e feiras do Brasil. Tem um artigo publicado no site deles: ‘’ A Taioba anda sumindo da mesa brasileira’’.
O artigo tem comentários de 40 pessoas apoiando sua preservação, dando receitas e contando lembranças do passado quando a planta ainda era comum. Esta planta salvou a saúde de muitas famílias pobres.
O movimento Slow food é um movimento contra o Fast food (comida rápida) e trabalha no mundo para preservar alimentos que tem sabor agradável, sem produtos químicos que fazem mal para a saúde e ao meio ambiente, numa relação comercial socialmente justo (Fair trade) O movimento existe em 30 países, com 100.000 associados.